IMG 1827Servidores das gerências de Desenvolvimento Estratégico (GDE) e de Planejamento (GP) do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) vivenciaram, na manhã de sexta-feira (18.10), uma partida do Você Gestor, jogo de tabuleiro desenvolvido pelo TCE/BA com o objetivo de estimular o controle social, informando aos cidadãos o papel do Tribunal de Contas na fiscalização dos recursos públicos. Enquanto jogavam, os servidores testaram seus conhecimentos sobre controle externo e administração pública, revisitando questões vinculadas à história do controle na Bahia e no Brasil.

De jogada em jogada, o servidor Lucas Souza Rodrigues dos Santos percorreu as casas do tabuleiro e, ao assimilar o conteúdo das cartas de Controle Externo, Controle Social e Diga Aí?, conseguiu os 800 pontos necessários para cumprir as duas missões da área de Infraestrutura e tornar-se vencedor da partida. Na opinião de Lucas, o Você Gestor permite que os jogadores entrem em contato com o universo da administração pública, sabendo de vários detalhes importantes na gestão.

A gerente de Desenvolvimento Estratégico do TCE/BA, Ivonete Dionizio, destacou que o jogo é uma ferramenta que permite disseminar para a sociedade conhecimentos sobre a administração pública à medida que utiliza questões que reproduzem o dia a dia dos gestores públicos, ressaltando o aspecto pedagógico e orientador do TCE/BA. Participaram também da prática os servidores Francyelle Castro Moreira; Marcos Vinicius Morais dos Santos Santana; Bernardo Kruschewsky Barreto Coutinho Santos e Felipe Mateus de Souza Conceição.

IMG 1827Servidores das gerências de Desenvolvimento Estratégico (GDE) e de Planejamento (GP) do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) vivenciaram, na manhã de sexta-feira (18.10), uma partida do Você Gestor, jogo de tabuleiro desenvolvido pelo TCE/BA com o objetivo de estimular o controle social, informando aos cidadãos o papel do Tribunal de Contas na fiscalização dos recursos públicos. Enquanto jogavam, os servidores testaram seus conhecimentos sobre controle externo e administração pública, revisitando questões vinculadas à história do controle na Bahia e no Brasil.

De jogada em jogada, o servidor Lucas Souza Rodrigues dos Santos percorreu as casas do tabuleiro e, ao assimilar o conteúdo das cartas de Controle Externo, Controle Social e Diga Aí?, conseguiu os 800 pontos necessários para cumprir as duas missões da área de Infraestrutura e tornar-se vencedor da partida. Na opinião de Lucas, o Você Gestor permite que os jogadores entrem em contato com o universo da administração pública, sabendo de vários detalhes importantes na gestão.

A gerente de Desenvolvimento Estratégico do TCE/BA, Ivonete Dionizio, destacou que o jogo é uma ferramenta que permite disseminar para a sociedade conhecimentos sobre a administração pública à medida que utiliza questões que reproduzem o dia a dia dos gestores públicos, ressaltando o aspecto pedagógico e orientador do TCE/BA. Participaram também da prática os servidores Francyelle Castro Moreira; Marcos Vinicius Morais dos Santos Santana; Bernardo Kruschewsky Barreto Coutinho Santos e Felipe Mateus de Souza Conceição.

IMG 1800Acompanhada de alguns dos seus assessores, a titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, fez uma visita de cortesia, nesta quinta-feira (17.10), ao Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), onde foi recebida pelo conselheiro-presidente Gildásio Penedo Filho. O encontro, no Gabinete da Presidência do TCE/BA, foi marcado pela cordialidade e também por uma intensa troca de informações, dentro do objetivo de solicitar o apoio e engajamento da Corte de Contas baiana nas ações planejadas para o Novembro Negro, quando uma série de iniciativas de promoção de igualdade racial são colocadas em prática, em referência ao Mês da Consciência Negra, em virtude da data simbólica, 20 de novembro de 1695, morte de Zumbi dos Palmares.

O presidente do TCE/BA se mostrou sensível ao tema e reiterou o compromisso em fortalecer as ações no campo da igualdade racial e de combate a intolerância religiosa, adotando estratégias de valorização da luta e na defesa dos direitos do povo negro. O conselheiro aderiu ao calendário do Novembro Negro 2019 e a Casa de Controle deve planejar ações que tratem dessa temática a serem realizadas durante o mês, a exemplo de atividades de combate ao racismo institucional com seus servidores.

A secretária divulgou ações já em curso na Bahia, a exemplo da política de cotas no serviço público estadual, outras ações apontadas no Estatuto da Igualdade Racial; bem como serviços desenvolvidos pela pasta, a exemplo do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela.

“É muito importante o envolvimento deste importante órgão no âmbito dos temas ligados às políticas afirmativas. Fizemos boas projeções de parceria, entendendo o valor e participação vital do TCE neste processo. Teremos, sem dúvidas, um grande Novembro Negro com o engajamento do TCE. Este é um organismo que tem contribuído fortemente para a excelência na gestão e controle das políticas públicas”, destacou Fabya Reis.

Na edição deste ano, o tema será "Todas as vozes contra o racismo. Todas as leis contra os racistas!". A campanha consite em convocar a sociedade a enfrentar o racismo e divulgar a legislação disponível, bem como as políticas de enfrentamento.

selecinadaCom o objetivo de apresentar como funciona o processo de auditoria e a sua importância para os jurisdicionados, o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), por intermédio da Escola de Contas Conselheiro José Borba Pedreira Lapa (ECPL), promoveu nesta quinta-feira (17.10), na sala de treinamento da ECPL, a segunda edição do curso “Auditoria Governamental com Ênfase em Auditoria Operacional”. Com carga horária de 6 horas, a capacitação foi ministrada pelo auditor de controle externo Roberto Tenório (TCE/BA) e contou com a presença de auditores e controladores internos, responsáveis pelas áreas de controle de diversas secretarias do Estado.

Em sua apresentação, Tenório explicou como é feito o processo de auditoria no Tribunal, quais os seus conceitos, as normas que regem o processo de auditoria e o Código de Ética dos auditores do TCE/BA. Usando de uma avaliação de controle interno com ênfase na avaliação de risco, o auditor aproveitou para mostrar como funciona o planejamento do processo de auditoria e sua avaliação.

O palestrante falou ainda sobre a execução da auditoria, a evidenciação, as técnicas para essa evidenciação, os documentos de trabalho, além de como preparar, armazenar, referenciar e finalizar o relatório de auditoria.

2019 10 DiaServidor portal Em comemoração pelo Dia do Servidor (que acontece no dia 28 de outubro),será realizado, na quinta-feira (24.10), das 9 às 11h, na sala de treinamento da ECPL o VI Encontro de Integração TCE/BA e TCM/BA. No evento, que terá como público- alvo os servidores das duas instituições, será proferida palestra sob o tema da Felicidade, por Karina Mizuki, doutora em difusão do conhecimento e professora de ioga, e Norbélia Cristina, que é auditora de contas públicas do TCE/BA, psicanalista e pedagoga. Ainda como parte da programação serão entregues os prêmios aos vencedores do concurso Servidor Destaque/TCE 2019, haverá a apresentação do Coral Vozes do TCE/TCM e também serão sorteados brindes fornecidos pelas associações dos servidores, ASTEB e ASTECOM.

Página 1 de 383