Ir para o conteúdo

Autenticação

Estudantes de Eunápolis aprendem como acionar os órgãos de controle e registrar denúncias

IMG 8683 2“Vocês sabem o que é o Tribunal de Contas do Estado da Bahia? Somos uma casa de controle, auxiliar do Poder Legislativo na realização do controle externo e, portanto, na fiscalização das contas dos gestores públicos”. Após destacar a importância do papel desempenhado pelos Tribunais de Contas na preservação do sistema democrático, o ouvidor Paulo Figueiredo alertou alunos e professores de três instituições de ensino de Eunápolis (colégios estaduais Monte Pascoal, Doutor Clériston Andrade e Armando Ribeiro Carneiro), nesta terça- feira (16.05), para que cobrem dos gestores o bom uso do dinheiro público arrecadado por meio de impostos e participem da fiscalização desses recursos.

A uma turma muito participativa, o ouvidor falou sobre o papel do TCE/BA, dirimiu dúvidas sobre o processo de verificação dos gastos do recurso público, além de mostrar como todos podem contribuir, por intermédio da Ouvidoria, na construção de uma sociedade melhor, tendo a certeza de que os impostos pagos serão bem aplicados em benefício da sociedade. “Todos vocês podem e devem contribuir com a fiscalização dos gastos do dinheiro público. Seja em uma obra de uma praça em seu bairro, seja na construção de uma quadra de futebol em sua escola, sua participação é extremamente importante”, disse.

Paulo Figueiredo ressaltou ainda a importância da Ouvidoria como canal de comunicação com a sociedade e distribuiu à comunidade estudantil os produtos de comunicação do TCE/BA, como a “Versão Cidadã do Relatório e Parecer Prévio do TCE/BA sobre as Contas do Chefe do Poder Executivo da Bahia”, o vídeo institucional “O TCE mais perto de você”, a cartilha “O TCE/BA quer ouvir você” e a revista em quadrinhos “Você no Controle” e “Heróis da Cidadania conhecem o TCE/BA”. O ouvidor divulgou ainda o canal do WhatsApp (71) 99902-0166 da instituição e o telefone 0800 2843115.

IMG 8694

IMG 8713

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para a gestora do Colégio Estadual Armando Ribeiro Carneiro, Edna Aparecida Menezes, a palestra foi uma oportunidade de pais, alunos e gestores aprenderem sobre a importância de um órgão de controle. “Participar deste encontro com a Ouvidoria do TCE/BA nos trouxe novos conhecimentos, de algo tão importante, que é o uso dos nossos impostos, do dinheiro público, que até então era algo oculto pra gente. Entendemos que devemos, a partir de hoje, como cidadãos conscientes, apoiar esse trabalho e fiscalizar as obras executadas na nossa cidade, afirmou a professora.

Para o aluno do 1º ano do colégio Estadual Armando Ribeiro Carneiro, Élton Batista, a palestra foi muito esclarecedora. “Achei a palestra de extrema relevância porque tratou de diversos assuntos, nos mostrou como podemos agir e a quem recorrer em certas situações. Agora sei como fazer uma denúncia por mau uso de dinheiro público. Foi uma palestra muito rica. Aprendemos muito. Adoramos”, disse.

Ao final da palestra, que contou também com a participação da assessora da Escola de Contas José Borba Pedreira Lapa (ECPL), Cristiane Mary Vasconcelos Silva, foi iniciado um bate-papo entre o ouvidor da Corte de Contas baiana e os participantes. O projeto Ouvidoria Vai à Escola abre espaço para que a comunidade escolar e toda sociedade tenham a oportunidade de participar, efetivamente, do dia a dia da escola pública, fazendo sugestões, elogios e reclamações na própria escola.