Ir para o conteúdo

Autenticação

Dia Nacional de Combate ao Colesterol: alimente-se bem!

 

2017 08 CombateColesterol PortalCom a intenção de alertar os servidores do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) contra os problemas causados pelo mau colesterol, o Serviço de Assistência Social (Seras) irá distribuir, no Dia Nacional do Combate ao Colesterol (8.08), marcadores de texto com orientações para reduzir o colesterol. O Programa Saúde e Bem-Estar no TCE, capitaneado pelo Seras, lembra que o colesterol é uma substância gordurosa encontrada naturalmente no corpo e tem o papel vital de manter cada célula do corpo funcionado adequadamente. Entretanto, o acúmulo de colesterol no sangue pode aumentar o risco de doenças do coração.

Por ser uma doença silenciosa, normalmente as pessoas acabam não dando a devida atenção. A obesidade é o principal fator de risco para o excesso de colesterol sanguíneo, mas isso não impede que pessoas magras também possam ter o colesterol alto. Um dos motivos da alteração dos níveis de colesterol é o consumo excessivo de gordura saturadas, presentes em alimentos de origem animal, como carnes, ovos, derivados do leite, além de produtos ultraprocessados como biscoitos, comidas congeladas, bolos prontos e sorvete.

O primeiro e principal passo está na conscientização das pessoas sobre a prevenção primária, que envolve a mudança hábitos cotidianos, como: pratica regular de atividade física, alimentação saudável e a realização de exames periódicos.

 

Evite ingerir carnes vermelhas, manteiga, fritura, leite integral, alimentos processados, gorduras trans e outros alimentos ricos em colesterol. Na verdade, tão importante quanto excluí–los da dieta é introduzir na alimentação, de forma habitual, os alimentos funcionais, cujos nutrientes específicos irão melhorar o perfil metabólico, como os citados no verso.

FARELO DE AVEIA
Fonte de beta-glucano, aumenta excreção de sais biliares (ricos em colesterol) e diminui a absorção do colesterol.

ABACATE, LARANJA E AMÊNDOAS
Contêm fitoesteróis com estrutura semelhante ao colesterol, diminuindo a absorção do colesterol e aumentando sua excreção.

ALHO
Diminui a oxidação das gorduras, a síntese de colesterol no fígado e a agregação plaquetária.

AZEITE EXTRAVIRGEM
Rico em ácidos graxos monoinsaturados, que são mais resistentes à oxidação, fazendo com que as concentrações de colesterol total sejam reduzidas e as de HDL aumentadas.

OLEAGINOSAS
Grupo das castanhas, nozes e amêndoas. Ricas em nutrientes antioxidantes, fibras, fitosterol e arginina (aminoácido com ação antioxidante).

VINHO, SUCO DE UVA,
CÚRCUMA E CACAU
Fonte de antioxidantes que protegem a oxidação da LDL-c.

PREBIÓTICO
Carboidratos que nutrem as bactérias intestinais, mantendo a flora intestinal saudável: farinha ou biomassa de banana verde, alcachofra, chicória, alho, cebola, mel e aspargos.