Ir para o conteúdo

Autenticação

“Quando nos despimos da vergonha, perdemos o medo de conquistar o mundo”

IMG 7565“A garantia emocional reside em cada um de nós e não na aprovação do outro”. Essa foi uma das mensagens que o consultor Cristiano Saback transmitiu para os servidores do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), na tarde desta quarta-feira (04.10), ao proferir a palestra “À Procura da Garantia Emocional”, realizada no plenário Lafayette Pondé. O evento integra o ciclo de palestras da Escola de Contas Conselheiro José Borba Pedreira Lapa (ECPL) para 2017. 

Valendo-se de recursos sonoros, o consultor iniciou a explanação por meio de uma dinâmica que aguçou a audição do público, provocando uma reflexão sobre as muletas tecnológicas que nos impedem de refletir, experimentar, compreender e gerenciar melhor o tempo.

Cristiano Saback introduziu o conceito das dimensões do conhecimento, subdivididas em filosófica, empírica e científica, para contextualizar esse cenário que projeta a vontade de aplacar o medo da não garantia do incerto. Em seguida, discorreu sobre autossabotagem, autoestima e vulnerabilidade.

“Todos temos a capacidade de nos autossabotar. E com isso nós culpamos o outro, porque culpar é sempre mais fácil. Quando fazemos isso, validamos o medo, a depressão e a rejeição. Já a autoestima vem da influência de tudo que vivemos e das nossas escolhas. Quando você consegue se desapegar dessas amarras, é possível ressignificá-las e transformá-las em algo positivo”, esclareceu.

IMG 7517Segundo Cristiano Saback, é comum procuramos por essa garantia emocional nas pessoas que nos cercam, ou seja, na família, e também na religião e no afeto. O palestrante alertou que essa procura exagerada pode nos tornar dependentes sempre da aprovação do outro.

“As pessoas desejam que esse feedback seja positivo, e nem sempre isso acontece. Precisamos entender que as críticas também podem ser positivas e ter um grande impacto em nossas vidas. Quando nos despimos da vergonha, perdemos o medo de conquistar o mundo”, concluiu.

O consultor também discorreu sobre algumas formas de evitar a autossabotagem e melhorar a autoestima: 1) Fazer exercícios físicos, 2) Beber bastante água, 3) Estar ao lado de pessoas que nos fazem bem, 4) Fazer coisas que te tragam prazer, 5) Ter confiança.