Ir para o conteúdo

Autenticação

Campanha arrecada 236 brinquedos para crianças do Hospital Santa Izabel

 

IMG 7990Se depender do carinho, atenção e solidariedade dos servidores do Tribunal de Contas do estado da Bahia (TCE/BA), o Dia das Crianças dos pacientes da Unidade de Oncologia e Cardiologia Pediátrica do Hospital Santa Izabel, no bairro de Nazaré, será divertido e repleto de alegria. 

Em razão da campanha “Abra um sorriso, doe um brinquedo”, promovido pelo Serviço de Assistência Social (Seras), foram arrecadados 236 brinquedos (novos e seminovos), dentre eles diversos carrinhos, bonecas e jogos interativos. Os brinquedos foram distribuídos, nesta quarta-feira (11.10), pela gerente do Seras, Luci Cintra.

O presidente do TCE/BA, conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo, também aderiu à campanha, fazendo questão de depositar no estande de doação, montado no hall de entrada do TCE/BA, mais brinquedos para as crianças do Hospital Santa Izabel.

Para o conselheiro-presidente, a campanha é um ato de amor e solidariedade. “Campanhas como esta fazem a gente ter orgulho de ser do Tribunal de Contas do Estado da Bahia. Tenho certeza que o pouco que fizemos deixará essas crianças muito mais felizes. Precisamos fazer mais campanhas como esta durante todo o ano”, afirmou.

De acordo com a coordenadora da campanha, Luci Câmera Cintra, a iniciativa abraçada pelos servidores foi um sucesso. “Às vezes um pouco de solidariedade é tudo que alguém precisa, principalmente tratando-se de crianças hospitalizadas, que merecem muito mais cuidado e carinho”, afirmou.

Hospital Santa Izabel
Fundado em 1549, como Hospital da Caridade, o Hospital Santa Izabel, hoje instalado no bairro de Nazaré, em Salvador, conta com médicos, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermeiros, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicólogos, que atuam de forma integrada.

O hospital oferece atendimentos principalmente nas áreas de cardiologia (reconhecido como centro de alta complexidade pelo Ministério da Saúde), oncologia, ortopedia, pediatria e neurologia.

A assistência ambulatorial e hospitalar contempla tanto os pacientes particulares e conveniados quanto aos usuários encaminhados para atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes que vêm do interior contam com diferenciado apoio social através da disponibilização de leitos em casas de apoio, onde podem se estabelecer, com um acompanhante, durante todo o tratamento.