Ir para o conteúdo

Autenticação

“O cidadão deve e pode denunciar irregularidades, exigindo dos gestores a boa aplicação dos recursos públicos”

2018 01 entrevistaPresidenteGildasio BocaoNewsConstruir uma gestão fundamentada na transparência, no combate à corrupção e na missão republicana de fiscalizar os recursos públicos, orientando os gestores para que possam dar o melhor resultado para a sociedade. Partindo dessa premissa de governança, o presidente do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), Gildásio Penedo, concedeu entrevista, na tarde de quarta-feira (10.01) ao programa B. News Entrevista, do site Bocão News.

Ao explicar a missão constitucional do TCE/BA à jornalista Juliana Nobre, o conselheiro-presidente salientou que a função do sistema Tribunais de Contas é crucial no momento em que o País atravessa uma crise política, econômica e moral. “Os noticiários estão repletos de informações que arranham e comprometem a credibilidade das instituições públicas. Há uma descrença da população com o aparato estatal. Neste contexto, é fundamental que o cidadão exerça o controle social, participe mais intensamente da administração pública e denuncie ao Tribunal de Contas irregularidades que forem constatadas”, ressaltou Gildásio Penedo.

O conselheiro-presidente destacou ainda a importante participação do TCE/BA na Rede de Controle da Gestão Pública com o intuito de combater a corrupção, a má gestão e o desperdício de dinheiro público. Sobre esse especto, explicou que o TCE/BA desempenha um trabalho relevante com as auditorias concomitantes, o que permite antever eventuais prejuízos nos gastos públicos. “Ao lado dessa ação, é preciso fortalecer o controle social, trazendo o cidadão para a ponta dessa fiscalização. O cidadão, que necessita dos serviços públicos, é quem pode e deve acionar os Tribunais de Contas por meio da Ouvidoria e das redes sociais para denunciar, exigindo dos gestores a boa aplicação dos recursos. A sociedade está mais atenta e disposta a cobrar seus direitos. Não pode ser diferente”, concluiu o presidente do TCE/BA.