gustavo1Esta quinta-feira (1.12) no Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) foi um dia para compartilhar ideias e ampliar os horizontes. Reunidos na sala de treinamento da Escola de Contas José Borba Pedreira Lapa (ECPL), os servidores da instituição tiveram a oportunidade de conhecer os projetos participantes da categoria Controle Externo na primeira edição do concurso Boas Ideias e Soluções.

Desenvolvidos por servidores da área de Controle Externo, a idealização e objetivos de nove projetos foram apresentados aos colegas de trabalho do TCE/BA. A auditora estadual de controle externo Pâmela Barbosa Engel falou sobre a concepção do projeto Auditor Sombra, que visa compartilhar experiências e técnicas entre os auditores da casa e os novos servidores. Além de observar o dia a dia do auditor em exercício efetivo, o projeto propõe “conversar, fazer perguntas e tirar dúvidas em relação à função específica'' de quem ele estiver como “sombra” e sobre o funcionamento geral da empresa”.

engelCom a proposta Aperfeiçoamento de Competências Técnicas: Treinamento em Redação de Pontos de Auditoria - Dicas de Forma e Conteúdo, o auditor estadual de controle externo, Gustavo Farias expôs o intuito de desenvolver e aperfeiçoar as competências dos colegas auditores na estruturação e redação de pontos de auditoria através de uma oficina realizada em parceria com Gonçalo de Amarante, também auditor de controle externo.

Já a auditora de contas públicas Morgana Bellazzi de Carvalho, lotada no gabinete do conselheiro João Bonfim, apresentou o projeto Trilhando o Objeto dos Convênios. Para Morgana, é uma ideia que vai ajudar as Controladorias de Controle Externo e os gabinetes de quem julgar a prestação de contas. “A proposta busca evitar que o objeto não seja utilizado para justificar o repasse de verbas de mais de um concedente para uma mesma finalidade, contribuindo com o combate à corrupção, redução dos gastos públicos e a utilização inconsistente de verbas públicas”, explicou.

morganaAinda foram apresentados os projetos Aplicação da Tecnologia de Grafos nas Auditorias do TCE/BA, de autoria do analista de sistemas do Cedasc Euler Almeida; Conclusão na Palma da Mão, de Aline Mendonça e Danielle Novais; Trilha de Acumulação de Cargos Públicos com uso de Inteligência Artificial, do grupo Christian Conceição Guerreiro Santos, Euler Vicente Lessa de Almeida e Karla Lima Maldonado; Sistematização das Deliberações do TCE/BA, de Bernardo Kruschewsky Barreto Coutinho Santos; Gestão Ágil para Auditorias, de José Roberto Leitão Alvarez e Hélcio Petronio dos Santos Júnior; Monitoramento do tempo de tramitação dos Processos de Controle Externo, de Cilmo Xavier Cedro Filho, Alan Silva Costa e Pedro Alves de Menezes Neto.

Promovido pelo TCE/BA, o concurso é uma iniciativa no âmbito das Políticas e Diretrizes para Gestão de Pessoas, que tem o intuito de promover a valorização e reconhecimento dos servidores com propostas que podem ser implementadas pela Corte de Contas. Ao todo, participaram 27 projetos, sendo 16 para a categoria de Controle Externo e 11 para a de Gestão, que serão apresentados amanhã, sexta-feira (2.12), das 9h às 12h.