Início do conteúdo

palestraQuando pautada em valores como fé, trabalho e força de vontade, a trajetória de vida pode garantir o sucesso de qualquer indivíduo. O exemplo foi dado pelo conselheiro-corregedor do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), Inaldo da Paixão Santos Araújo, ao proferir uma mensagem de esperança, nesta sexta-feira (21.12), para cerca de 1,3 mil internos da Fundação Doutor Jesus, projeto social capitaneado pelo deputado federal eleito, Pastor Sargento Isidório, e que acolhe e trata dependentes químicos há 24 anos.

Em sua explanação, o conselheiro-corregedor lembrou da própria trajetória de vida. E contou ao público o caminho percorrido desde os primeiros estudos, na escola pública, até a conquista do primeiro emprego. Inaldo revelou ainda que foi morador da primeira invasão de Salvador, a comunidade do Corta-Braço, que deu origem ao bairro da Liberdade. E, emocionado, lembrou-se do conselho dado pela mãe: “Você só será alguém se estudar! Eu só tinha essa chance. Cheguei a pegar sete ônibus num só dia para trabalhar e estudar. Lembrem-se: podem levar tudo de você, menos o seu conhecimento. Estudem! ”.

chegandoO conselheiro também recordou da sua primeira experiência de estágio, quando trabalhou como ascensorista no Banco do Nordeste. E aproveitou para repetir a importância de trabalhar, não importa no quê. Inaldo fez referência ao assessor especial da Presidência, Cristiano Pereira Rodrigues, que ingressou no TCE/BA por meio de um programa de estágio para estudantes da rede pública, e que, por mérito, esforço e dedicação, alcançou posição de destaque na Casa de Controle baiana.

almoço“A palavra liberta e tem poder de cura. O estudo liberta. E a Fundação é a prova viva de que, quando o homem quer, Deus ajuda e faz diferença. A leitura e a educação transformam. Estudei a vida toda em escola pública. Egresso da periferia, mas acreditei no estudo. Sem trabalho, sem esforço e sem dedicação, não há Deus que opere. Depende de cada um. Quando cheguei ao Tribunal, defini um objetivo: seria um dia conselheiro e presidente”, revelou.

Visando motivá-los para o enfretamento dos obstáculos que irão enfrentar na vida, o conselheiro Inaldo Araújo contou, de modo informal e bem-humorado, como conseguiu suplantar todas as barreiras e dificuldades impostas e mostrou aos internos a importância de trabalhar e lutar para conseguir alcançar os objetivos traçados. “Quem não sabe o quer na vida não  pode ter nada. Mirem-se nos bons exemplos. E nunca se esqueçam: para subir, tem que estar embaixo. Façam diferente!” E finalizou convocando todos a repetir como um mantra: “Hoje eu posso fazer diferente”.