setembro amareloEm setembro de 1994, nos Estados Unidos, o jovem Mike Emme, 17 anos, cometeu suicídio. Ele tinha um Mustang 68 amarelo e, no dia do seu velório, seus pais e amigos decidiram distribuir cartões amarrados em fitas amarelas com frases de apoio para pessoas que pudessem estar enfrentando problemas emocionais.

Todos nós devemos atuar ativamente na conscientização da importância que a vida tem e ajudar na prevenção do suicídio, tema que ainda é visto como tabu. É importante falar sobre o assunto para que as pessoas que estejam passando por momentos difíceis e de crise busquem ajuda e entendam que a vida sempre vai ser a melhor escolha.

A ajuda pode vir de um amigo, parente, colega de trabalho ou escola, professores, ou alguém que está próximo a quem precisa e também dos voluntários do CVV, que são treinados para conversar com pessoas que estejam passando por alguma dificuldade e que possam pensar em tirar sua vida. Para conversar com um voluntário, basta ligar para o telefone 188, gratuito, que funciona 24 horas. Também é possível mandar um e-mail ou falar pelo chat, que podem ser acessados pelo site www.cvv.org.br.

Confira o vídeo de Jussara Fidelis, psicóloga do Serviço de Assistência Social (Seras) do TCE e mestra em Ciência Política no tema que envolve Tráfico e Políticas Públicas.

O Grupo Terapêutico do Seras/Geras está disponível para escuta, orientação e encaminhamento sobre essa questão complexa e cercada de tabus. Diálogos salvam vidas. Se precisa, peça ajuda. Se precisa, grite por ajuda. Agir, salva vidas. Não desista de você.