Por Mariana Versolato e Sabine Righetti, de São Paulo

Pacientes e até os próprios médicos confundem as dores causadas por distúrbios na articulação com a enxaqueca. Um terço da população tem sintomas causados pelo transtorno, como dores ou dificuldade para abrir a boca

A dor é na cabeça, mas a causa pode estar na boca, ou melhor, na mandíbula. Especialistas estimam que 50% das cefaleias estejam ligadas a distúrbios da ATM (articulação temporomandibular).

Esses problemas podem causar dores de cabeça, às vezes confundidas com enxaqueca. E o caminho até o diagnóstico pode ser longo.

Segundo o dentista Paulo Conti, do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP de Bauru, poucas pessoas associam a dor de cabeça à mandíbula.

Mesmo assim, um terço da população tem pelo menos um dos sintomas do distúrbio, como dor, estalo ou dificuldade para abrir a boca.

"Muitas vezes nem os médicos fazem essa associação. O paciente chega ao consultório do neurologista com dor e ele não imagina que o problema possa estar na ATM."

Ele preside a SBDOF (Sociedade Brasileira de Disfunções Temporomandibulares e Dor Orofacial), criada por ele há alguns meses para dar orientações sobre a ATM.

De acordo com o dentista Rodrigo Bueno, consultor científico da ABO (Associação Brasileira de Odontologia), a diferença entre a dor de cabeça da ATM e a da enxaqueca está na localização.

"A dor causada pelos distúrbios da ATM está mais na região lateral. E é tão aguda que a pessoa fica em dúvida se o incômodo é na cabeça, no ouvido ou nos dois."

Foi graças à dor de ouvido que a professora Marisa Rogati, 56, de São Paulo, descobriu, há dois anos, a causa de sua dor de cabeça, com a qual conviveu por quase 20 anos.

O otorrino disse que poderia ser algo relacionado à ATM, e a ortodontista confirmou a suspeita. "Nunca imaginei que a dor pudesse ter algo a ver com os dentes."

Desde os 35 anos, ela acordava com fortes dores de cabeça. "Achava que era o travesseiro. Saía um modelo novo e eu comprava." Como tratamento, usou aparelho ortodôntico por cerca de um ano.

DOSE DUPLA

Segundo a ortodontista Leda Losso, os problemas de ATM podem vir junto com a enxaqueca. "Mas solucionar os distúrbios da ATM já faz com que a pessoa lide melhor com a enxaqueca."

É o caso de Julieta Anazetti, 58, que tem enxaqueca desde criança, assim como outros membros da família. "Depois dos 38 anos, as crises ficaram mais fortes e aconteciam de madrugada."

Julieta travava a boca ao ficar tensa, o que desencadeou os distúrbios da ATM. Hoje, usa uma placa no céu da boca que a impede de pressionar os dentes. O tratamento acabou com as dores na ATM e melhorou a enxaqueca. "Em 20 anos fiz muitas tomografias e ressonâncias magnéticas e tomei remédios. Fui a vários médicos, que nunca suspeitaram da ATM."

Para quem convive com fortes dores de cabeça, o ideal, segundo Losso, é consultar também um ortodontista.

Matéria publicada no jornal Folha de São Paulo, em 13 de abril de 2012, e enviada pela Dra. Rita Baleeiro, da Gerência Médico-Odontológica (GMO)

Gestão de Conflitos é o tema do curso a ser realizado no período de 22 a 26 de outubro, no turno matutino, na sala de treinamento do CEICE. A ação integra a parceria com a SAEB, através da qual dispomos de cinco vagas. Os interessados devem enviar mensagem à colega Marilene costa de Brito (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

O curso abordará os seguintes temas: O que são conflitos; A importância de identificar os conflitos; Os diferentes tipos de conflitos; Os diferentes tipos de papéis e comportamentos dos gestores em um conflito; As variáveis existentes em um conflito; A condução dos conflitos por meio da gestão de pessoas.

Os servidores do Tribunal de Contas do Estado da Bahia estão sendo convidados pelo conselheiro presidente Zilton Rocha a participar de reunião no Plenário Cons. Lafayette Pondé, na segunda-feira, dia 15 de outubro, às 14h30, quando conhecerão os resultados dos trabalhos desenvolvidos, no âmbito do Profort, pela empresa Quântica - Consultoria Organizacional.Imagem do convite do resultado da pesquisa de clima organizacional

Serão apresentados o resultado da Pesquisa de Clima Organizacional, a análise da Estrutura Organizacional voltada para a Atividade Auditorial, e o diagnóstico do Modelo de Gestão de Pessoas voltado para a Atividiade Auditorial.

Os trabalhos apresentados se constituem insumos para o futuro Projeto de Desenvolvimento Organizacional já em fase de planejamento no TCE-BA.

O Grupo de Educação Corporativa – Instituto Rui Barbosa e o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCEMT) –, em em seu projeto Ensino a Distância para a Gestão Pública, esta disponibilizando no endereço: http://ead.tce.mt.gov.br/course/category.php?id=121 diversas palestras sobre temas de interesse para a Gestão Pública. A última, "O Papel do Tribunal de Contas na Transição de Governo nos Municípios Brasileiros", tem como palestrante o professor Jair Santana, mestre em Direito do Estado pela PUC-SP.

livro webEncerra-se no dia 17.09 (segunda-feira) o prazo para a inscrição de trabalhos no projeto institucional que leva a chancela do Selo Editorial
Ministro Aliomar Baleeiro. O Selo Editorial, instituído em 2003, por meio da Resolução nº 84/2003 e consolidado pela Resolução nº 25/2005, tem o objetivo de preservar e divulgar a produção intelectual dos servidores do TCE/BA. O novo Conselho Editorial, cuja indicação foi aprovada na Sessão Plenária do dia 2 de agosto, é composto de três membros efetivos: conselheiro Inaldo da Paixão Araújo, vice-presidente do TCE/BA; conselheiro decano, Filemon Matos, e o superintendente técnico, Paulo Rocha. Para o biênio 2012-2013, o Conselho, que é responsável pela seleção dos trabalhos a serem publicados, contará com as servidoras Clarissa Carneiro da Rocha, Denilze Alencar Sacramento e Soraia de Oliveira. O ato que indica a formação do novo Conselho Editorial foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado da Bahia do dia 3 de agosto. Serão selecionados até seis trabalhos para publicação. Os interessados podem fazer a inscrição junto ao Protocolo Geral do TCE, atendendo aos requisitos fixados pela Resolução nº 25/2005.

 

Página 716 de 804